top of page
  • Foto do escritorMarcio Oliveira - Vinoticias

“COMEMORAÇÕES MERECIDAS”

Esta semana tivemos a oportunidade de comemorar os 25 anos de vida da Prem1um Wines. Uma comemoração mais que merecida, já que no universo brasileiro de 700 importadoras, poucas conseguiram chegar a esta marca.

A PREM1UM WINES, importadora de vinhos de origem mineira, promoveu dois eventos, sendo um deles um Concerto de Músicas harmonizadas com vinhos de produtores presentes no evento. No dia seguinte, em formato de Feira de Vinhos, aberto ao consumidor final, o evento reuniu 14 produtores, de diversos países e regiões, ressaltando a qualidade do seu portfólio.


A PREM1UM WINES, de propriedade de Orlando Rodrigues e filhos Augusto e Arthur, tornou-se uma referência em vinhos da Nova Zelândia, tendo sido a pioneira a trazer esses rótulos  para o Brasil. Atualmente, a importadora comercializa vinhos de 101 produtores, de 10 países: Alemanha, Espanha, França, Itália, Grécia, Portugal, Argentina, Chile, Uruguai e Nova Zelândia. 


♦ O CONCERTO - Na noite de 30 de abril, a comemoração envolveu uma harmonização de vinhos e música, mostrando a integração de duas artes. O vinho “De Lucca Naranja Marsanne 2023”, Uruguai foi servido na recepção aos convidados. Um vinho laranja de cor clara, com aromas de mel, de frutas secas e de fruta branca madura. No paladar mostrou uma boa estrutura, acidez muito equilibrada, com um final longo e marcado. Um vinho muito particular e bastante gastronômico que convidou a uma segunda taça.


Na sequência, o “Quereu Blanc de Blancs Brut Cuvée Reserve”, Chile foi servido harmonizado pela “Tonada 5” de Pedro Allende. Um vinho espumante 100% Chardonnay, com bom perlage, apresentando aromas de maçãs verdes, com notas florais. No paladar, é fresco e delicioso, com notas frutadas e boa persistência. A acidez é excelente, o que dá uma ótima sensação de frescor em boca.


Em seguida chegou a hora de provar o vinho “Casa da Passarella O Fugitivo Bruto Natural”, Portugal, acompanhado pela música “O Pastor-Madredeus”, é uma composição que evoca sentimentos de nostalgia e reflexão sobre a passagem do tempo e as memórias. O vinho fez a devida referência a música, com visual branco com nuances amarelos e perlage fina. O aroma é fresco, com notas de pera e brioche. No paladar mostra estrutura, elegância, frescor, acidez bem integrada e final longo e firme, 100% baga, que impressiona pela persistência.


A evolução do concerto estava nos vinhos brancos e chegou a hora do “Koehler-Ruprecht Kallstader Saumagen Riesling Kabinett Trocken 2020”, Alemanha. Não poderia ser diferente e ouvimos a “Ária da Suite 3-Johann Sebastian Bach”. O vinho bem claro mostra notas cítricas e de frutas maduras, com toque bastante mineral, com longo final, combinando elegância, finesse e tensão no fim de boca.


Vez de provar o “Collet Chablis 1er Cru Vaillons AC 2022”, França harmonizado com a “Danse Macabre OP.40”-Camille Saint-Saëns, que traz alegria ao neto do Orlando Rodrigues. O vinho é um típico estilo de Chablis, com notas minerais e cítricas, podendo ser desfrutado em sua juventude, com o caráter frutado, ou com 3 a 6 anos de guarda, para os mais pacientes, quando revela mais a sua complexidade. Destaque para vinhedos de 40 anos situados à margem esquerda do rio Serein, com excelente exposição sudoeste.


Próximo vinho foi o “Altavins llercavònia DO Terra Alta 2021”,Espanha acompanhado de “EI Testament de Amelia/El Noy de La Mare-canções populares catalãs. Um vinho com aromas complexos de abacaxi e manga, com notas de maçã e damasco. Na boca, é untuoso, longo e persistente, com um final floral e fresco.


Chegamos ao primeiro tinto da noite, com o “Gen del Alma Otra Piel Blend 2020”, Argentina, acompanhado de “Adios Nonino-Astor Piazzolla”. Um vinho com detalhes a descrever: corte de 60% Cabernet Sauvignon, 30% Cabernet Franc e 10% Pinot Noir, com aromas de especiarias, além de pimentões maduros e tomates assados, bem frutado, com taninos presentes e boa estrutura. As uvas foram co-fermentadas em ânforas subterrâneas, com os cachos inteiros. A fermentação alcoólica foi feita com leveduras naturais, sem uso de remontagens. Todo o processo fermentativo foi realizado em um ambiente totalmente redutivo. As uvas são provenientes de Gualtallary, Tupungato, Mendoza, com solos calcários e altitude de 1.400 metros.


Chegamos ao ótimo “Brezza Barolo DOCG Sarmassa 2019”, Itália harmonizado com “Outono-Antonio Vivaldi” - O Barolo do vinhedo Sarmassa, produzido apenas em safras excepcionais, é muito elegante, apesar de jovem, está pronto para o consumo. Segundo a revista Decanter, “o Sarmassa 2019 é um dos Barolos mais elegantes da safra, senão o mais elegante”. A vinificação segue o sistema tradicional da Nebbiolo de Barolo, com a diferença do tempo de maceração, mais longo neste caso, uma vez que as uvas têm taninos mais suaves.


Estes vinhos maravilhosos foram servidos, acompanhados por um quarteto formado por Elias Barros (Violino 1), Thiago Barros (Violino 2), Glaucia Barros (Viola) e Lucas Barros (Violoncelo). A coordenação musical foi feita por Eduardo Campolina Loureiro (Escola de Música da UFMG).

 

♦ A FEIRA – No dia seguinte, aproveitando o feriado de 1º de maio, a Prem1um Wines realizou uma bela Feira de Vinhos onde tivemos a oportunidade de provar um portfólio de cerca de 140 rótulos, apresentando vinhos já reconhecidos, e algumas novidades e lançamentos.


Também foi uma oportunidade muito boa de estar com os produtores e obter mais detalhes sobre cada vinhos. 


♦ OS NOSSOS PARABÉNS – Esta comemoração foi muito merecida porque sobreviver neste mercado não é fácil. Há exigências organizacionais absurdas para cumprir  as diretivas da burocracia governamental, seja em tributos, análises dos vinhos, greves nos períodos de desembaraços alfandegários, ou mesmo os vinhos de “descaminho”, através do qual tanto vinho tem sido vendido subfaturado, ou sem a respectiva Nota Fiscal.


Os votos, como inclusive falei durante o evento, é que tenhamos oportunidade de comemorar mais e mais anos de vida da Prem1um Wines. Que venham os 30 anos em breve!!!


Saúde !!! Aproveite para comentar se gostou ou não!!! (Este artigo está baseado em material disponível na internet, e minhas considerações em relação ao Concerto e Feira de Vinhos).


Comentarios


bottom of page