• Marcio Oliveira - Vinoticias

“DICAS PARA UMA HARMONIZAÇÃO PERFEITA PARA O NATAL”

Existe uma tradição nesta época do ano e uma grande tendência a repetir os mesmos pratos da Ceia de Natal. E algo que não pode faltar são bons vinhos para harmonizarem com as comidas das celebrações de Natal e logo em seguida, de Ano Novo.

Para planejar o seu jantar e vinhos para este final de ano, aqui vão algumas dicas simples: Em geral, as pessoas valorizam o Natal e Reveillon pela alegria de juntar a família e os amigos, que neste ano será em grupos menores. Boa comida e vinho é um prazer extra!


Certamente, alguns convidados se importam mais com o vinho do que outros, que bebem alegremente o que for servido, afinal, ninguém imagina que numa festa destas haverá grandes e míticos rótulos. Embora o vinho nunca faça ou acabe com a festa, é fácil dar algumas dicas. Estas são as principais em relação aos pratos típicos:


PERU E OUTRAS AVES – Para muitas famílias, o peru é o “rei da festa de Natal”, e não importa o tipo de preparo, merecerá um vinho com poucos taninos, como um Pinot Noir mais encorpado da Borgonha ou da região de Central Otago, na Nova Zelândia. Outras opções que também acomapnharão bem o peru são os vinhos à base de Syrah ou Malbec do Novo Mundo, mais frutados e sem muita madeira. Aliás, uma grande oportunidade para provar vinhos mineiros que tanto tem feito sucesso, como Primeira Estrada Syrah ou o Dom Leon Alvarez feito em Diamantina na Quinta do Campo Alegre.


Mas para quem prefere vinhos brancos, especialmente pelo calor do clima desta época, as opções podem ser um Chardonnay com pouco carvalho (levando em conta que uma leve nota de madeira harmonizará com notas de especiarias no prato, e o amanteigado no vinho ajudará com a carne do peru, que às vezes pode ser seca). Para quem quer ficar na linha de vinhos mineiros, minha sugestão vai para o Sauvignon Blanc da Quinta do Campo Alegre em Diamantina, ou o Primeira Estrada Chardonnay.


O peru é normalmente servido assado (que ajuda a concentrar sabores), recheado com farofa (que dá uma secada no prato) e com frutas para decoração (trazendo um toque agridoce no prato). Nesse caso, fique com os brancos secos, com passagem por barricas (como os Chardonnays da América do Sul e suas notas untuosas e toques de baunilha, como o El Enemigo, o Sol de Sol, o Clos de Fou. Há brasileiros que são excelentes escolhas, como o Viapiana Chardonnay ou o Don Guerino Terroir Selection, que mostram boa acidez e equilíbrio.


Mas se a opção por ave foi um Chester, que é mais leve e mesmo assim combina com vinhos brancos encorpados. Vai bem com rótulos intensos e aromas cítricos. Vale também experimentar espumantes com acidez média. No caso do tinto, experimente os mais leves, como o Pinot Noir.


PARA PERNIL, LOMBO E OUTRAS CARNES DE PORCO LEVES - Para pratos como lombo e pernil, a dica é utilizar vinhos com notas frutadas e acidez equilibrada, como tintos e rosé. A carne de porco tem sabor delicado, mas pode ser gordurosa. Então, o mais indicado é um vinho de sabor menos intenso e acidez elevada, como os espumantes, brancos de Chardonnay mais leves (sem barrica), rosés delicados (como os da Provence) e tintos leves (como os Pinot Noirs). Os vinhos da Puglia na Itália, feitos a partir das uvas Primitivo (ou o Zinfandel californiano sem madeira), Malvasia Nera ou Nero di Tróia podem ser boas opções como um Chianti ou um Rosso Toscano.


BACALHAU – Mesmo que existam várias receitas para preparar um bacalhau, algumas características são comuns em todas elas: o peixe tem sabor forte, guarda sua memória da conservação em sal, e geralmente são preparados com bastante azeite de oliva. Assim sendo, estas preparações pedem vinhos com mais intensidade de sabor, uma acidez elevada e nenhum tanino (que em contato com o sal do bacalhau, cria sensações picantes e desagradáveis ao paladar, lembrando muitas vezes o sabor metálico).


Uma boa dica seria começar com um espumante, podendo ser Cava, Champagne ou um bom espumante nacional como Cave Geisse Nature, Casa Valduga 130, Miolo Millesime Brut, Salton Evidence, Chandon Excellence ou o Carvalho Branco.


Se a opção for por vinhos brancos, escolha rótulos de grande estrutura, como os portugueses do Alentejo mais encorpados, como Pera Manca Branco, Herdade do Esporão Private Selection, entre outros. Não se esquecendo dos Vinhos Verdes e os Alvarinhos que costuma ter uma bela acidez.


SALPICÃO – Cada família costuma ter uma receita em particular, mas em geral a mais popular acaba ficando agri-doce porque acrescenta frango, legumes cortados bem pequenos como cenoura, pimentões, passas, creme de leite e, algumas vezes, batata palha. Para um prato tão cheio de sabores, o melhor é sugerir tintos de Merlot ou Syrah, ou brancos a base de Chardonnay e Riesling.


NOZES E CASTANHAS - Para esta harmonização, a sugestão são vinhos com média acidez e e uma nota de mineralidade. Os vinhos de recepção, como espumantes e rosés, são excelentes para acompanhar. Mas se você participou das nossas atividades durante a Semana do Jerez, deve lembrar que nada se compara a uma harmonização com um Fino de Jerez!


PANETONE - Feito com frutas cristalizadas, é normalmente harmonizado com os doces espumantes Moscatel (no estilo Asti italiano). Mas ao longo do tempo, as receitas foram sendo incrementadas e se o panetone for de chocolate, os vinhos do Porto tintos ou o francês Banyuls são as melhores sugestões. Outras opções são os Passitos italianos, que combinam bem com o doce.


SOBREMESAS - Como as sobremesas em geral são fartas nessa época, não deixe de ter algumas garrafas de espumante da uva Moscatel. Menos alcoólicos, com aromas mais adocicados, eles são o par ideal para os doces, além de acompanhar muito bem o panetone.


COMO CALCULAR A QUANTIDADE DE GARRAFAS PARA NÃO FALTAR VINHO? - Para calcular a quantidade ideal conte que cada garrafa será suficiente para uma pessoa que bebe, somando todo mundo, assim você terá uma margem de segurança.


Para a Festa de Reveillon, será necessário reforçar os espumantes, tão significativos para esta comemoração. Uma garrafa de espumante para duas pessoas está perfeito, além dos brancos e tintos.


Se a geladeira estiver lotada, coloque as garrafas em uma champanheira ou um grande balde com gelo, um pouco de álcool, sal grosso e água uma hora antes da festa e nem se preocupe mais.


Aproveite para inovar, já que existem hoje no mercado muitos recipientes modernos para garrafas. Deixe a postos um belo pano de prato decorado para secar cada garrafa ao tirá-la do gelo e se for tomar vinhos tintos, deixe-os nessa água gelada por uns 10 minutos antes de serví-los. Afinal, se a regra é servir os vinhos tintos na temperatura ambiente, lembre-se que a temperatura idel será entre 16 a 18 graus Celsius.


Pense duas vezes sobre vinhos nestas festividades. Se o seu encontro é um jantar para oito pessoas, vá em frente e combine vinhos com pratos específicos, mas não seja exigente. Talvez nenhum vinho combine com tudo na sua mesa, mas quase todos combinam bem com alguma coisa. Escolha vinhos versáteis que geralmente são ótimas opções com comida. Os vinhos com taninos pronunciados, doçura ou aromas de carvalho serão menos versáteis que os vinhos secos com boa acidez.


E como essas festas são uma celebração da família, pense em sua herança. Se seus avós vieram da Campânia ou Croácia, Líbano ou Grécia, você pode facilmente encontrar vinhos dessas regiões nas prateleiras das lojas e supermercados. Por outro lado, há uma grande abundância de vinhos portugueses, italianos, franceses, espanhóis, argentinos e chilenos que irão combinar com pratos típicos das nossas tradições familiares.


No mais, é desejar que todos tenhamos um Feliz Natal e 2021 melhor ainda !!! Saúde !!!

O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais