top of page
  • Foto do escritorVinotícias - Marcio Oliveira

SASSICAIA 2019 – BOLGHERI SASSICAIA - ITÁLIA

Sassicaia é um ícone! O primeiro vinho com uvas francesas a ser classificado como supertoscano e a colocar Bolgheri definitivamente no mapa dos grandes vinhos.

Nos anos vinte, estudante em Pisa, Mario Incisa Della Rocchetta sonhava em criar um vinho de raça. O ideal era representado por grandes vinhos de Bordeaux. Depois de diversos experimentos com vários tipos de uva a decisão foi tomada escolhendo a Cabernet Sauvignon pela semelhança que tinha entre a região de Bolgheri na Toscana e a região de Graves em Bordeaux. O nome Sassicaia vem mesmo da constituição do terreno pedregoso ou "sassoso", daí Sassicaia ou lugar pedregoso.


O primeiro vinhedo de Mario Incisa é hoje considerado o berço do Cabernet italiano. Um vinho composto prevalentemente desta uva francesa representando na época uma grande mudança na cultura toscana e piemontesa do sangiovese e da nebbiolo, tanto que as primeiras opiniões não eram positivas: os complexos vinhos obtidos da Cabernet Sauvignon necessitavam de um tempo para estruturar-se.


De 1948 a 1960 o Sassicaia foi bebido somente na Tenuta San Guido, mas a cada ano poucas caixas eram postas para envelhecer nas adegas de Castiglioncello. O Marquês se deu conta que com o tempo seu vinho melhorava, pois aquilo que antes eram considerados defeitos com o tempo foram se tornando virtudes.


Em 1965 Mario plantou outros dois vinhedos de Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. A safra de 1968 foi a primeira a ser comercializada no mercado com uma receptividade de um Bordeaux premier cru. Nos anos seguintes a cantina foi transferida para um local com temperatura controlada para a fermentação em tanques de aço inox e para o envelhecimento começaram a ser usadas barricas de carvalho francês.


A safra de 1985 que alcançou pontuações altíssimas é um divisor de águas para o Sassicaia, pois deu visibilidade e reconhecimento internacional sendo considerada a partir daí por unanimidade um dos grandes vinhos italianos.


A terra de Bolgheri continua a proporcionar ao mundo o Sassicaia, um vinho que tem alma nobre e a memória das pedras. Após a colheita manual, a fermentação acontece por 15 dias em tanques de inox, com as cascas e temperatura controlada e em seguida, sua guarda é feita em barricas de carvalho francês durante 24 meses seguido de afinamento em garrafa por mais 6 meses


Mais do que isso, é a única propriedade na Itália que possui sua própria denominação, a Bolgheri Sassicaia.


● Notas de Degustação: Vinho de cor rubi escuro. Com aromas de frutas vermelhas, groselhas e cassis, além de uma estrutura de madeira bem integrada, com notas de cedro, baunilha e tabaco. É um vinho muito equilibrado, com perfeita integração de bouquet, acidez e álcool. Em boca é aveludado, com um final bem longo.


● Pontuações: 98 RP / 98WS / 99 WE


● Estimativa de Guarda: Ainda jovem para ser bebido, poderá evoluir por mais 20 anos em guarda.


● Notas de Harmonização: Recomendo decantar. Vai muito bem com cordeiro, corte de carnes vermelhas assadas ou grelhadas, magret de canard, queijos cremosos. Acompanhou perfeitamente um Carré de Cordeiro em Crosta de Ervas sobre Caviar de Berinjela e Piperade de Pimentões Defumados e Molho Grego Tzatziki finamente preparado pelo Chef Douglas.


Serviço: servir entre 16 e 17ºC (Beba numa taça grande de Borgonha ou Bordeaux).


Faixa de Preço – Estelar


Degustado na Confraternização da AMICIVINO

Comments


bottom of page