• Vinotícias

PRODUÇÃO MUNDIAL DE VINHOS TEM SEU MENOR NÍVEL EM 50 ANOS


O nível de produção mundial de vinho é "inédito" desde o final da década de 1950. A produção mundial de vinho em 2017 é estimada em 246,7 milhões de hectolitros, com queda de 8,2% em relação ao ano passado, de acordo com a Organização Internacional do Vinho. "Este nível historicamente baixo é uma reminiscência da colheita de 1956, que também foi afetada na época pelo gêlo", diz Jean Marie Aurand, gerente geral da OIV.

Apesar de terem diminuído as colheitas na Itália (39,3 Mhl, -23%), França (36,7 Mhl, -19%) e Espanha (33,5 Mhl, -15%), esses três países ainda representam quase 45% da produção mundial de vinho.

"Duas explicações principais para essas pequenas colheitas de uvas quantitativas: geadas de primavera e um verão seco", que resultaram em uvas menores e, portanto, menos suco.

Os Estados Unidos, o quarto maior produtor mundial, deverá manter seu nível de produção, estimada em 23,3 Mhl para este ano contra 23,6 Mhl em 2016. Esses números não levam em conta as possíveis conseqüências dos incêndios que afetaram a Califórnia no início de outubro, mesmo que o impacto desse desastre na vinha permaneça limitado.

Na verdade, apenas 12% dos vinhedos californianos estão localizados na zona de fogo, além disso, as chamas atacaram as madeiras e as florestas mais do que a vinha. Finalmente, a maioria das culturas já estavam nas adegas no momento da tragédia, e algumas destas adegas foram afetadas.

Os grandes vencedores deste ano, são os australianos que confirmam o seu lugar de quinto maior produtor do mundo com 13,9 Mhl, ou + 6% em relação a 2016. O país vê o aumento de sua produção desde 3 anos, colocando também o quinto exportador mundial em volume e valor, com mais de 7,2% das exportações globais em volume em 2016.

Na América do Sul, a tendência é ascendente, após um ano ruim em 2016. A Argentina, o sexto maior produtor mundial, tem um salto de 25% para 11,8 Mhl, mas ainda não alcança o nível de 2015. O Brasil, por outro lado, no décimo quarto lugar mundial, foi penalizado pelos riscos climáticos em 2016, e como a Argentina, recuperou-se bem, com 3,4 milhões de hectolitros de vinho produzidos contra 1,3 Mhl em 2016 (+ 169%) e 2,7 Mhl em 2015.

De todas essas estatísticas, a China, o sétimo maior produtor mundial de vinhos, está ausente. Em 2016, produziu 11,4 milhões de hectolitros, mas ainda não apresentou seus números para 2017.

A África do Sul produziu 10,8 milhões de hectolitros de vinho, um aumento de 2% em relação a 2015, classificando o país como o oitavo maior produtor no mundo.

Para 2017, a OIV estima o consumo global de vinho entre 240 e 245 Mhl.

Fonte - Revue du Vin du France - http://www.larvf.com/vin-vigne-production-mondiale-faible,4561338.asp

#produçãomundial2017 #safra2017

199 visualizações

Receba o Vinoticias toda semana!

por MÁRCIO OLIVEIRA

O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais