• Márcio Oliveira

UM MALBEC PARA CHAMAR DE SEU!


No livro The Oxford Companion to Wine, da crítica de vinhos Jancis Robinson, há uma lista com cerca de 400 nomes diferentes para a Malbec. Assim sendo, não é estranhar que a Malbec seja conhecida como Pressac na margem direita do Gironde, em Bordeaux, ou também como Auxerrois ou Côt em Cahors, ambas regiões da França !!!

Para muitos críticos que consideram os vinhos de Cahors como mais rústicos e duros do que os irmãos argentinos o nome Malbec viria da soma de Mal + Bec, ou seja “Bico Ruim”, ou “Boca Ruim”, já que costumam mostrar taninos muito vigorosos.

A uva era muito usada para cortes de estilo bordalês, dando cor e estrutura aos vinhos, mas após a Filoxera o desenvolvimento das videiras enxertadas em cavalos americanos não teve o desenvolvimento desejado e passou a ser menos frequente na mistura local. Independente dos nomes associados, a uva tem origem associada ao Sudoeste francês, onde já foi uma estrela na produção de vinhos, porém, foi amplamente substituída por outras variedades após um inverno excessivamente rigoroso em 1956, no qual a geada matou várias videiras.

Foi portanto com o sucesso em terras argentinas que a variedade conquistou fama a ponto de ter um dia dedicado a sua celebração - Malbec World Day, comemorado no dia 17 de abril.

UMA UVA, VÁRIOS ESTILOS

De forma geral o vinho Malbec agrada a todos, dos iniciantes aos mais experientes degustadores, porque acaba criando estilos diversos, seja pela região em que é produzido, levando em conta, clima mais frio ou quente, altitudes dos vinhedos, formas de vinificação como espumante, rosé ou tinto, bem como estilos mais frutados, ou mais encorpados.

Para quem ainda está começando no mundo do vinho a sugestão é optar por rótulos mais jovens, em que a safra seja em torno de 2 ou 3 anos mais recentes. Geralmente o aroma de frutas escuras como a ameixa madura (e as vezes em compota) e os taninos macios criam um vinho mais fácil de beber e de gostar.

Com o tempo, o paladar começará a buscar por Malbecs mais envelhecidos, tanto em garrafa como em barricas de carvalho. Nestes rótulos poderemos nos beneficiar da boa estrutura, complexidade, volume de boca, taninos firmes e sedosos e um final encantador que os vinhos da Malbec oferecem. Esses vinhos serão um belo acompanhamento com carnes vermelhas, cordeiro, avestruz, carnes de caças.

Minha sugestão para bem terminar esta “Semana do Malbec” é acompanhar um belo Bife Ancho com o seu Malbec preferido! Saúde!!

#malbec #Argentina

157 visualizações
O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais