• Vinotícias

O vinho no mundo: Itália a que produz mais, Espanha a que mais vende e os EUA onde o bebem!


Um relatório global descreve diferenças notáveis ​​entre os países produtores, exportadores e consumidores da bebida

Quatro países produzem metade de todo o vinho do mundo e cinco países bebem a maior parte. Itália, França, Espanha e EUA lideraram a produção mundial em 2017. Na lista dos principais consumidores, além da Itália, a França e os EUA estão a Alemanha e a China. A Espanha está em sétimo lugar. Os dados são da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), que apresentou um relatório recente em Paris. Os dados do ano passado são estimativas pendentes de confirmação.

Em todo o mundo, 250 milhões de hectolitros de vinho foram produzidos em 2017, 8,4% menos que no ano anterior. A OIV atribui o fato às condições climáticas desfavoráveis ​​que afetaram a produção, especialmente na Europa. A Itália está posicionada como a principal produtora de vinho do mundo. Proporcionalmente, a maior queda entre os principais produtores ocorreu na Espanha (19,8% menor) e o maior aumento, na Argentina (25,5% a mais).

Espanha lidera a exportação em volume - Se o que você olha é exportação, aqui os espanhóis ganham. A Espanha é líder mundial em vendas de vinhos, com 22,1 milhões de hectolitros no ano passado (segundo o Observatório Espanhol dos Mercados de Vinhos, 22,8 milhões de hectolitros). A Espanha é seguida de perto pela Itália (21,4 milhões), a França (15,4) e, mais longe, o Chile (9,8) e a Austrália (8).

Mas se, em vez do volume, a quantidade dessas exportações for medida em valor, a França e a Itália obtêm a melhor renda. O vinho espanhol vende muito, mas é barato. O vinho da Espanha é vendido por 1,25 euros por litro; os franceses por cerca de 6 euros em média; os italianos por 2,78 euros. A Alemanha, o Reino Unido e os Estados Unidos são os principais importadores em volume e gastos com vinho.

Por pessoa, os portugueses bebem mais - O consumo mundial (243 milhões de hectolitros) permaneceu praticamente estável, com apenas um milhão a mais do que no ano anterior. Os Estados Unidos são o país que mais consome vinho, com 32,6 milhões de hectolitros. Os maiores aumentos entre os principais países consumidores foram detectados na Austrália (5,4% a mais), na Espanha (4%) e na China (3,5%). O consumo caiu na Argentina (5,3%) e na Rússia (2,2%).

Se o tamanho do país é levado em conta em vez do volume total de vinho consumido, os Estados Unidos não gostam tanto de vinhos quanto parece. Há um vencedor claro: em consumo per capita, Portugal ocupa o primeiro lugar no mundo. Os portugueses, com seus mais de 51 litros por pessoa/ano, dobram os espanhóis, com 25.

Olhando para trás, a OIV observa uma estabilização no consumo mundial de vinho após a crise econômica, e uma certa recuperação nos últimos três períodos. Em 2007 e 2008, 250 milhões de hectolitros foram consumidos, o máximo até agora neste século.

Fonte: https://elpais.com/economia/2018/04/26/actualidad/1524755902_232432.html

#itália #produçãodevinho #espanha #eua #Portugal

44 visualizações

Receba o Vinoticias toda semana!

por MÁRCIO OLIVEIRA

O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais