• Vinotícias - Marcio Oliveira

CASA GERALDO GRAN RES. COLHEITA DE INVERNO TERROIR SERRA DA MANTIQUEIRA SYRAH 2018 – ANDRADAS/MG/BR

Tradicional zona cafeeira no Sul de Minas, a região possui altitudes elevadas e temperaturas amenas com clima agradável o ano todo, o que proporciona uma excelente condição para o cultivo de uvas que ali tem um solo fértil e clima propício para seu desenvolvimento. Entretanto, o período de chuvas coincidia com a época da colheita e a viticultura só teve sucesso com a introdução do sistema de dupla poda – ou poda invertida.

Com esta técnica, o calendário do vinho foi modificado. A poda de agosto é usada para a formação de novos galhos a partir das gemas inchadas. A indução da floração ocorre entre setembro e outubro, com excelentes condições (sem chuva e com sol forte). A colheita de verão é abortada após a frutificação. A planta entra em dormência e em janeiro, ocorre a segunda poda para a produção.


Finalmente, a colheita das uvas para os vinhos começa em junho, num clima mais frio e seco. Murillo de Albuquerque Regina e sua equipe que desenvolveram a técnica mostraram que, com a colheita de inverno, o período de crescimento fica mais longo; o potencial alcoólico, maior; os precursores aromáticos e compostos fenólicos, mais numerosos; a acidez, mais preservada; e o rendimento, superior. Portanto, uma técnica que “engana” o vinhedo, invertendo o ciclo natural da videira e que produz vinhos melhores.


Os vinhos da linha Colheita de Inverno da Casa Geraldo são frutos da dupla poda, sendo possível alcançar níveis de maturação mais elevados para a colheita na Serra da Mantiqueira. A vinícola, que começou sua trajetória em 1969, é responsável hoje por cerca de 80% do volume de vinhos produzidos em Minas Gerais e consta como a maior vinícola da região. Da década de 1980, quando começou o projeto de vinhos finos, até hoje, a evolução foi relativamente rápida. Chama a atenção a variedade de rótulos e produtos da marca Casa Geraldo. Entre as uvas cultivadas, destacam-se a Syrah (o destaque da Mantiqueira), Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Tannat, Moscato Giallo, Tempranillo, Pinot Noir, Merlot, Sauvignon Blanc, Chardonnay e Prosecco. Está em teste, atualmente, com grande potencial para entusiasmar os fãs de vinhos portugueses, a Touriga Nacional. A safra 2018 que se revelou muito boa para os vinhos brasileiros também gerou belos vinhos na Mantiqueira. O Casa Geraldo Syrah é um deles.


● Corte de uvas: 100% Syrah


● Notas de Degustação: cor rubi profundo, típico da casta. Os aromas uma boa complexidade com frutas escuras maduras, como ameixa, uva passa, e ainda notas de chocolate, toques tostados da passagem por madeira. No paladar o vinho mostra estrutura e corpo, taninos presentes e macios, boa acidez, equilíbrio e um ótimo final de boca, com um persistente sabor da ameixa madura.


● Estimativa de Guarda: pronto para consumo especialmente pelo volume de fruta na boca, mas aguenta mais 3 a 4 anos fácil.


Notas de Harmonização: Ótimo para acompanhar carnes vermelhas grelhadas ou assadas com molhos de média intensidade, costeleta de cordeiro, embutidos e queijos meio duros, e harmonizou perfeitamente com uma bela Paella Mineira (que também é conhecida como Paella Caipira).


Serviço: servido entre 16 e 17ºC, numa taça grande estilo Bordeaux.


Faixa de Preço – $$$


Em BH – CASA GERALDO BH – Av. do Contorno, 7.060 – Lourdes – 30110-048 – Belo Horizonte – MG - Fone: (31) 3223-7328 – casageraldobh@casageraldo.com.br

16 visualizações