top of page
  • Foto do escritorMarcio Oliveira - Vinoticias

“TINTOS PARA AQUECER ESTE INVERNO”

Os vinhos de inverno captam a essência da estação com seus sabores ricos e encorpados que prometem aquecer a alma.

À medida que as temperaturas caem, as pessoas gravitam naturalmente em torno de bebidas mais substanciais que possam complementar as refeições robustas típicas dos meses mais frios. Vinhos aconchegantes de inverno como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, ou blends como Bordeaux, Chateauneuf-du-Pape ou Amarone tornam-se escolhas populares devido à sua ousadia e capacidade de resistir a pratos saborosos e encorpados como ensopados e assados. Esteja você aconchegando-se perto de uma lareira, organizando uma reunião com vinhos entre amigos para aproveitar a estação mais fria, ou apenas procurando algo para ajudá-lo a superar o frio do inverno, há vinho para você!


Beber uma taça de vinho tinto aveludado pode ser incrivelmente reconfortante durante as noites frias, criando uma sensação de calor por dentro. As reuniões de inverno costumam apresentar essas bebidas que aquecem a alma, porque elas não apenas combinam bem com pratos saudáveis ​​de inverno, mas também contribuem para uma atmosfera convidativa.

 

A IMPORTÂNCIA DE ESCOLHER O VINHOS CERTO PARA A ESTAÇÃO - Compreender a popularidade dos vinhos de inverno é apenas o começo; selecionar o vinho certo para cada estação é crucial para maximizar o seu prazer e complementar os alimentos sazonais com harmonizações realmente gostosas.


As mudanças sazonais influenciam não apenas as nossas escolhas de guarda-roupa, mas também as nossas papilas gustativas. À medida que as temperaturas caem, você pode desejar vinhos de inverno reconfortantes que incorporem aconchego e conforto. Uma combinação perfeita entre um vinho tinto encorpado e um prato de inverno pode transformar uma refeição comum numa experiência gastronômica memorável.


Durante estes meses, as nossas refeições tendem a ser dominadas por carnes fortes, risotos ou pratos de arroz cremoso, massas, ensopados e guisados. No caso dos apreciadores inveterados de peixe, no inverno costumam optar pelo peixe assado, com legumes da época ou caldos. Quanto aos queijos, a opção ideal é optar pelos queijos maduros ou azuis.


Em todo o caso, os denominadores comuns nos pratos desta época são muitas vezes o fato de serem calóricos e consistentes, ao mesmo tempo que oferecem sabores fortes e persistentes, com muita complexidade e presença. Vinhos de inverno ricos e encorpados durante os meses mais frios podem garantir que cada gole acompanhe de forma ideal os sabores robustos encontrados na culinária desta estação.

 

CABERNET SAUVIGNON - Cabernet Sauvignon é muito indicado nos meses mais frios, oferecendo um abraço encorpado que ressoa com notas de frutas escuras e um toque de especiarias. Este vinho tinto robusto resiste a pratos substanciais de inverno, a sua estrutura de taninos ​​funciona como magia culinária quando combinados com carnes ricas e queijos fortes.


Os sabores profundos e aromas complexos fazem do Cabernet Sauvignon uma escolha reconfortante para as longas noites de inverno.


Por ser um dos vinhos mais populares do mundo, costuma apresentar camadas de cassis, ameixa e eucalipto que atraem o paladar. Uma taça pode ser tão reconfortante quanto sentar-se perto de uma lareira. Sendo um par perfeito para relaxar após um dia agitado ou para complementar uma refeição festiva.

 

MALBEC - Vindo dos vinhedos da Argentina, o Malbec é um vinho tinto conhecido por sua textura aveludada e sabores robustos. As notas de fruta preta (como a ameixa madura) e especiarias tornam este vinho especialmente único. Experimente com fartos pratos de carne ou charcutaria para uma combinação perfeita de sabores.


SYRAH / SHIRAZ - Syrah, também conhecido como Shiraz na Austrália, oferece uma experiência de vinho tinto rica e encorpada. É perfeito para quem busca uma opção ousada e saborosa para aquecer as noites de inverno.


Com suas notas profundas de amora, ameixa e especiarias como a pimenta do reino, Syrah/Shiraz combina bem com pratos fartos de inverno, como carnes assadas ou ensopados.


Este vinho tinto robusto caracteriza-se pela sua textura suave e taninos aveludados, tornando-o uma escolha fácil de beber para noites acolhedoras junto à lareira. Seus toques de especiarias e qualidades reconfortantes fazem dele um companheiro ideal para relaxar após um longo dia ou desfrutar de encontros familiares durante os meses frios de inverno.

 

PRIMITIVO / ZINFANDEL - Zinfandel é um vinho tinto robusto de inverno que oferece um sabor rico e encorpado, sendo uma excelente opção para noites aconchegantes ou refeições fartas. Com seu perfil de sabor suave e acessível, a uva Primitivo (na Itália) ou Zinfandel nos Estados Unidos) é fácil de beber e combina bem com os pratos mais substanciais tipicamente apreciados no inverno.


Encorpado, uma taça de Primitivo mostrará a persistência de frutas pretas concentradas e especiarias, revestidas por taninos aveludados, numa combinação que geralmente podemos entender como um vinho suave, doce. Suas qualidades reconfortantes fazem dele um acompanhamento ideal para ensopados, carnes assadas ou até mesmo pratos picantes como o chili. Zinfandel também complementa esplendidamente as tábuas de charcutaria com seus sabores defumados. O Primitivo ou Zinfandel adiciona calor e riqueza sem esforço a qualquer ocasião durante os meses de inverno.

 

VINHO DO PORTO - O vinho do Porto, conhecido pelo seu perfil de sabor rico e doce, é perfeito para aquecer as noites frias de inverno. Sua textura aveludada e cor vermelha ou castanho intensa fazem dele uma opção convidativa para quem busca uma bebida reconfortante e que aquece a alma.


Com o seu elevado teor alcoólico, o Porto oferece uma experiência robusta e encorpada que combina bem com pratos saudáveis ​​de inverno ou pode ser apreciado como uma bebida relaxante. Quer opte por uma taça de Porto Rubi ou Tawny, este vinho fortificado traz sabores cativantes de frutas pretas, especiarias e nozes que envolverão os sentidos com calor e conforto.


Elaborado no Vale do Douro, em Portugal, o complexo processo de produção do Porto resulta num sabor único que o diferencia de outros vinhos. A adição de aguardente durante a fermentação não só intensifica a riqueza, mas também aumenta a sua longevidade através do envelhecimento.


O Porto é uma escolha tão popular quando se trata de vinhos de inverno que na verdade existem regras de etiqueta que outrora cercavam o seu serviço; normalmente a garrafa é passada "porta a porta", o que significa que o anfitrião serve um copo para a pessoa à sua direita e depois passa a garrafa para a esquerda; isso se repete até que a garrafa dê a volta na mesa. Claro, se forem só vocês dois, pode ser uma boa ideia ser um pouco mais modesto em relação a essa prática e guardar um pouco para mais tarde!

 

FUGINDO DO TRADICIONAL – O Riesling é uma boa escolha quando se trata de vinhos de inverno. Embora ainda crocante e frutado como seria de esperar de uma escolha de verão, é intenso com um final tipicamente arredondado, macio - perfeito para aqueles almoços de final de inverno, quando você dormiu até tarde e decidiu passar o dia todo dentro de casa. Embora ainda servido ligeiramente fresco, é uma combinação perfeita para frutos do mar ou mariscos, ou para quando quiser apenas mordiscar um queijo em frente à TV para assistir um filme, ou ler um livro frente a uma lareira.

 

Os vinhos da Borgonha também são ótimas opções para o inverno, quando optamos por vinhos mais pesados ​​ou encorpados como os Chardonnays barricados ou os Pinots Noir de Pommard. Se você quer ficar longe de vinhos gelados e quer algo para mantê-lo aquecido que não seja muito doce, mas ainda assim cheio de sabor, os bordôs são provavelmente sua melhor escolha.

 

Os vinhos de inverno são boas opções para os meses frios, quando você quer experimentar algo novo e quer fugir dos vinhos excessivamente frutados e refrescantes do verão. Quando você vai ficar mais tempo dentro de casa, fugindo do vento e temperatura fria, e procura maneiras de se manter aquecido, você definitivamente deve dar atenção renovada à sua degustação de vinhos com qualquer uma das opções que foram citadas.

 

DICAS PARA DESFRUTAR DO VINHO NO INVERNO


♦ Servir à temperatura certa: Os vinhos tintos devem ser servidos um pouco mais quentes do que o habitual no inverno, cerca de 15-18°C, para realçar os seus sabores. Os vinhos brancos podem ser servidos um pouco mais quentes que o normal, em torno de 10-12°C.

 

♦ Combine com alimentos sazonais: O inverno é a estação dos alimentos ricos e saudáveis. Combine seus vinhos com pratos sazonais para realçar a comida e o vinho. Pense em carnes assadas, massas, vegetais de raízes e molhos cremosos.

 

♦ Crie uma atmosfera aconchegante: Apreciar o vinho não envolve apenas a bebida em si, mas também a experiência. Acenda algumas velas, coloque uma música suave e acomode-se em um local confortável para apreciar plena e lentamente o seu vinho.

 

♦ Explorar e experimentar: O inverno é uma ótima época para explorar novos vinhos. Não tenha medo de experimentar novas variedades, estilos e regiões.

 

O inverno é uma época maravilhosa para explorar os sabores ricos e complexos dos vinhos que podem parecer muito pesados ​​nos meses mais quentes. Quer você seja um fã de tintos robustos, brancos encorpados ou vinhos fortificados deliciosos, há um vinho de inverno perfeito esperando para ser descoberto. Então, sirva-se de uma taça de vinho, acomode-se um local aconchegante favorito e deixe o calor do vinho melhorar sua experiência de inverno.


Os vinhos de inverno são uma ótima forma de adicionar calor e conforto aos meses frios. Quer esteja à procura de uma noite acolhedora ou de uma celebração especial, há um vinho perfeito à sua espera. O artigo é um convite a provar os aromas e sabores dos Vinhos Tintos de Inverno, para aquecer as noites frias desta estação! Saúde!!! Aproveite para comentar se gostou ou não!!! (Este artigo está baseado em material disponível na internet, e minhas considerações em relação ao tema).

Comments


bottom of page