top of page
  • Foto do escritorVinotícias - Marcio Oliveira

WEINERT MERLOT 2011 – MENDOZA – ARGENTINA

Fundada em 1975, Bodega e Cavas de Weinert está localizada em Luján de Cuyo, o berço argentino dos vinhos de alta qualidade. O prédio de antiga arquitetura espanhola, remanescente de uma antiga vinícola da família Otero de Mendoza até 1920, chama a atenção, convidando quem passa a ver o que guarda dentro.


Don Bernardo C. Weinert, fundador e proprietário, nasceu em uma pequena colônia alemã no sul do Brasil. Ele construiu sua história de negócios em transporte internacional na América do Sul. Fascinado pelo mundo dos vinhos, ele decidiu abrir sua própria vinícola na Argentina com uma filosofia incondicional: produzir vinhos de alta qualidade.


Realizando um extenso estudo sobre Mendoza, encontrou em Luján de Cuyo, o lugar ideal para seu empreendimento. Hoje em dia Bodega Weinert conta com uma moderna tecnologia para a vinificação e controle de qualidade. Dom Bernardo C. Weinert é um homem cuja filosofia de negócios é muito simples: “enquanto tenhas tua própria filosofia e a mantenhas durante os anos, estarás em um bom caminho”.


Robert Parker descreveu essa vinícola argentina como:” A bodega Weinert produz os melhores vinhos tintos da América do Sul. Uma qualidade igualada aos melhores vinhos do Mundo”. A Bodega Weinert tem sido reconhecida ao longo dos anos por manter a tradição e preservar os métodos antigos de produção de vinho. Essa abordagem única e respeitosa pelos processos de vinificação tem atraído admiradores de vinho do mundo inteiro.


Ao visitar a Bodega Weinert, é fácil entender por que seus vinhos são tão especiais. A vinícola mantém um cuidado meticuloso em cada etapa da produção, desde a colheita das uvas até o engarrafamento. O respeito pela tradição é evidente em cada garrafa que sai da Bodega Weinert.


Uma das práticas mais impressionantes da Bodega Weinert é o tempo que seus vinhos passam em envelhecimento. A vinícola possui uma das maiores coleções de barris de carvalho antigos da América Latina, e é nesses barris que seus vinhos envelhecem lentamente, desenvolvendo complexidade e personalidade.


É como se cada garrafa de vinho da Bodega Weinert contasse uma história, com camadas de sabores e aromas que só são possíveis devido ao respeito e cuidado com o envelhecimento. É uma verdadeira experiência sensorial degustar um desses vinhos e sentir toda a dedicação que foi empregada na sua produção.


Seu vinho Merlot é elaborado a partir de uvas de três regiões em distintas altitudes: Luján de Cuyo a 800m, Maipú a 900m e Tupungato a 1050m. As diferentes condições climáticas de cada zona influenciam nas características de cada vinho, os quais são mesclados posteriormente confirmando um Merlot de grande porte, complexidade e interessante bouquet.


Composição de Uvas: Blend de uvas Merlot de três regiões em distintas altitudes. Envelhece 36 meses em barricas de carvalho francês.


Notas de Degustação: Cor rubi escuro com tons granada nas bordas, mostrando a bela evolução do vinho em 13 anos. Os aromas mostram um bouquet elegante com toques do envelhecimento em grandes barris de carvalho francês. A fruta é seca, notas de couro e o carvalho está muito bem integrado ao conjunto. No paladar os taninos estão macios, boa acidez, mostra um corpo médio, provocando sensações de harmonia, suavidade e elegância, conjugando uma excelente expressão de sua fruta e terroir, mantendo sua delicadeza varietal encontrada em bons vinhos da Merlot.


Estimativa de Guarda: Potencial de guarda para mais 5 anos.


Notas de Harmonização: Harmoniza com escabeche de perdiz, cordeiro assado com molho, costela de cordeiro com molho de geléia de hortelã, carnes vermelhas assadas ou grelhada (de preferência não gordurosas), risotos de cogumelos, massas com molhos brancos (como um Fettuccine ao molho Alfredo), queijos de casca branca, ou de média cura.


Serviço: servir entre 16 e 17C.


Faixa de Preço – $$$


● Em BH – AMIGO DO VINHO – Contate o Alisson Salles – (31) 98877-9538.

Comments


bottom of page