• Vinotícias

O Monopole Clos-de-Tart foi comprado pela família Pinault


A holding Artémis - da família Pinault, anunciou neste 27 de outubro, ter assinado um protocolo de entendimento para comprar o Le Clos-de-Tart, uma das jóias de vinícolas de Côtes de Nuits, na Borgonha, no coração de uma batalha que arrastou-se por um ano. A transação será concluída no início de 2018, assim que todas as condições forem atendidas.

A TRANSAÇÃO MAIS CARA DA HISTÓRIA NA BORGONHA

De acordo com os termos, o montante seria próximo de 220 milhões de euros, o que tornaria a transação mais cara já feita na história do vinho da Borgonha. Vários concorrentes franceses e estrangeiros estavam na disputa, incluindo o Champagne Roederer, que apareceu na última rodada de negócios, de acordo com o semanário econômico local.

Esta área, que nunca foi fragmentada desde a sua criação, e constitui o maior “Monopole” classificado como Grand Cru, e produz 25 mil garrafas por ano.

O MAIOR MONOPOLE CLASSIFICADO COMO GRAND CRU

Um vinhedo Grand Cru de 7,53 hectares, em uma única área, o Le Clos-de-Tart está localizado na aldeia de Morey-Saint-Denis (Côte d'Or), um das regiões mais valorizadas da Borgonha. Criado em 1141 por freiras cistercienses, as Bernardines de Tart, junto a abadia do mesmo nome, o Clos de Tart foi vendido em 1791 para a família Marey-Monge, antes de ser vendido em 1932 para a família Mommessin.

Com esta aquisição, François Pinault aumenta sua prestigiada coleção de grandes vinhedos, que já inclui o Château Latour - 1º Grand Cru em Pauillac (Médoc), o Domaine Eisele - localizado no Napa Valley (Califórnia), o Domaine de Eugénie na Borgonha, ou ainda o Chateau Grillet no Vale do Rhône.

Fonte – RVF - http://www.larvf.com/vins-clos-de-tart-bourgogne-achete-pinault,4561652.asp

Para entender melhor: "monopole" na Borgonha é um espaço de terra de somente um proprietário. Para se ter uma ideia, o vinhedo Grand Cru Clos de Vougeot, cujas uvas produzem o vinho de mesmo nome e que foi protagonista do filme "A Festa de Babette", tem a extensão de 55 hectares, com um total de 80 proprietários distintos, cada um com uma fração desse precioso terreno. Existem alguns "monopoles" na região, mas o mais especial dentre todos é o multidimensional Romanée-Conti (do tamanho de dois campos de futebol) que produz o vinho mais famoso da Borgonha, e talvez um dos maiores ícones do mundo do vinho.

#borgonha #França #Artemis

32 visualizações
O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais