• Vinotícias

BRADO 2016 – ADEGA DE BORBA – VINHO REGIONAL ALENTEJANO – PORTUGAL


Fundada em 1955, a Adega de Borba foi a primeira de uma série de Adegas constituídas no Alentejo, com o incentivo da então Junta Nacional do Vinho, numa altura em que o setor não tinha o protagonismo que hoje tem na economia regional.

Esse empurrão decisivo dado pelo organismo estatal permitiu uma organização comercial e de transformação para os vinhos do Alentejo, uma vez que todos os incentivos da época estavam virados para a cultura dos cereais, e fazer do Alentejo o celeiro do País era uma política mais que consolidada para a época.

A resistência por três décadas beneficiou a região com o fato da produção estar associada a Adegas de grande dimensão, e desta forma mais rapidamente se aparelharam em termos tecnológicos que outras regiões de Portugal, dando o salto para os vinhos engarrafados de qualidade, numa altura em que o consumidor passou a ser mais exigente e a privilegiar mais a qualidade que a quantidade.

A euforia que os vinhos do Alentejo têm vivido nestes últimos anos, resulta pois de um longo trabalho quer na vinha, com a seleção das melhores castas e dos melhores solos para a sua produção, e na Adega com o aperfeiçoamento de técnicas e aparelhamento de equipamentos para produção de vinho.

As uvas para a produção do Brabo são vindimadas a partir do final de agosto, de acordo com a evolução da maturação em cada vinha e sempre da parte da manhã, de forma a manter o mais possível a frescura das mesmas. Na Adega, após o desengace e esmagamento da uva, procede-se ao esgotamento do mosto e à prensagem, salvaguardando as características qualitativas e varietais do mosto. O mosto lágrima (mosto que escorre sem prensagem) clarifica durante 18 a 24 horas e fermenta a uma temperatura constante de 18ºC, ao longo de 14 dias. Decorrido um período durante o qual o vinho estabiliza por processos físicos, efetua-se o seu engarrafamento após o Inverno.

Notas de Degustação: Cor citrina com nuance esverdeada (o vinho é muito jovem ainda), límpido. No nariz mostra boa intensidade aromática, predominando frutos tropicais maduros e nota floral. No paladar, o sabor é macio, equilibrado, muito fresco e persistente, mantendo o frutado cítrico. Corte das uvas Roupeiro /Tamarez / Fernão Pires.

Guarda: Já está pronto, não espere a guarda!

Notas de Harmonização: Excelente para aperitivar, ou para acompanhar entradas leves, comida asiática crua.

Temperatura de Serviço: 16 a 18ºC

Onde comprar: Em BH – ZAHIL – REX-BIBENDI - End.: Rua Antônio de Albuquerque, 917 - Funcionários. Esquina de Rua Levindo Lopes. Tel.: (31) 3227-3009.

#rexbibendi #adegadeborba #portugal #alentejo

113 visualizações
O que é o VINOTÍCIAS...

O VINOTÍCIAS foi criado por Márcio Oliveira, com o intuito de disponibilizar em um único espaço dicas de vinho, enogastronomia, eventos, roteiros de viagens e promoções. Inicialmente era disponibilizado na forma de uma newsletter para alunos, ex-alunos e amantes do vinho, com o crescimento do mercado e o amadurecimento do projeto a necessidade de um espaço maior para tantas informações se fez necessário e assim surgiu o blog e o site.

  • w-facebook
  • White Instagram Icon

© 2017 Vinotícias. Criado por Action Digital Midia

Belo Horizonte | Minas Gerais