top of page
  • Foto do escritorVinotícias - Marcio Oliveira

ACHAVAL FERRER BELLAVISTA 2014 – MENDOZA - ARGENTINA

Finca Bella Vista é o vinhedo mais antigo da Achaval Ferrer. Suas vinhas de Malbec estão plantadas em “pé franco” e têm mais de 100 anos de idade.

A vinícola Achaval Ferrer nasceu da amizade entre dois colegas de trabalho Santiago Achaval e Manuel Ferrer, em 1998. Na época, Santiago admitia que a ideia era fazer um vinho “tipo corte bordalês”, mas, trabalhando ao lado do visionário enólogo italiano Roberto Cipresso (famoso por seus Brunellos di Montalcino), o conceito mudou radicalmente. Após se depararem com a riqueza dos vinhedos centenários de Malbec, eles fundamentaram seu projeto na variedade encontrando três terroirs especiais. O primeiro Bella Vista, em Perdriel, ao lado da vinícola, tem 7 hectares e foi plantado em 1910, em pé franco (ou seja, sem enxerto). O segundo, Mirador, em Medrano, tem 4,5 hectares e foi plantado em 1921. Por fim, Altamira, no vale de Uco, é o mais alto de todos, acima dos 1.100 metros, com 8,5 hectares cultivados em 1950, também em pé franco. Foi assim que nasceu seu trio de “Fincas”, seus ícones, alguns dos primeiros rótulos argentinos a apontar a origem de seus Malbecs e mostrar que a variedade pode interpretar os diferentes terroirs do país, gerando vinhos distintos e excepcionais.


Finca Bella Vista é o vinhedo mais antigo da Achaval Ferrer. Suas vinhas de Malbec estão plantadas em “pé franco” e têm mais de 100 anos de idade, um sonho para qualquer enólogo! Cada videira produz apenas 400 g de uva e são necessárias três plantas para se produzir uma garrafa de Bella Vista.


A vinificação é feita em tanques de concreto revestidos de resina epóxi e com controle de temperatura. O amadurecimento ocorre por 15 meses em barricas novas de carvalho francês. É engarrafado sem clarificação ou filtração, para preservar todo seu caráter.


● Corte de uvas: 100% Malbec.


● Notas de Degustação: Vinho com cor rubi, com leve reflexo da guarda. Os aromas criam um leque de grande complexidade e elegância, com presença de amora negra, mirtilo e framboesa, notas balsâmicas e floral de violeta, com toques especiarias doces, tabaco e grafite. Na boca se mostra elegante, com grande equilíbrio e frescor, densidade, taninos de textura sedosa, muita fruta escura madura e fruta seca. Fim de boca de longa persistência.


● Reconhecimentos: 94RP – 94 James Suckling – 95 Descorchados e 96 Tim Atkin


● Estimativa de Guarda: pronto para ser bebido.


Notas de Harmonização: vai muito bem com carnes vermelhas grelhadas ou assadas, carnes de caça em geral, carne de avestruz, costeleta de cordeiro ao molho de ervas, escalope de filet mignon, queijos curados


Serviço: servir entre 16 e 17ºC (Beba numa taça grande de Bordeaux). Vale a pena decantar.


Faixa de Preço – $$$$$


Em BH: Degustado em um encontro na Confraria Carpe Vinum no Espaço Vinotícias.

Comments


bottom of page