top of page
  • Foto do escritorMarcio Oliveira - Vinoticias

“LIVROS ONDE O TEMA É VINHO”

Uma breve relação de livros onde os interessados em vinhos poderão ler e aprender mais sobre a bebida de Baco.

♦ ATLAS MUNDIAL DO VINHO - Hugh Johnson, famoso por seu “Guia de Bolso de Vinhos”, que relaciona anualmente informações sobre os principais países e produtores de vinhos no mundo, escreveu em parceria com crítica britânica Jancis Robinson essa obra que é um amplo estudo das regiões produtoras de vinho de todo o mundo. Bem documentado com mapas e fotografias de altíssima qualidade, os autores analisam as particularidades geográficas climáticas e agrícolas dos lugares onde cada vinho é produzido e como influenciam seu sabor e sua qualidade. Além disso o Atlas não aborda apenas produtores tradicionais da bebida como França e Itália mas também países onde a produção de vinho não é tão famosa como Austrália, Grécia, Canadá e até mesmo o Brasil, mas não espere mais que meia página, pois os vinhos brasileiros ainda são pouco conhecidos e divulgados fora de nossas fronteiras. Em sua mais recente edição o Atlas Mundial do Vinho ganha mais de 40 páginas 20 novos mapas e fotos de página inteira.


♦ ENCICLOPÉDIA DO VINHO - A Enciclopédia do Vinho, do mesmo Hugh Johnson, tem como premissa ser uma fonte de diversas informações sobre a bebida de Baco. A publicação reúne os dados de uvas utilizadas, características de cada rótulo e o processo de elaboração dos vinhos. Todos eles são listados em ordem de recomendação para os leitores consumirem e adquirirem.


♦ A BÍBLIA DO VINHO -

O livro de vinho mais vendido nos Estados Unidos acaba de ganhar uma nova edição, completamente atualizada e em cores. A Bíblia do Vinho, da autora americana Karen MacNeil, levou 10 anos para ser escrita, e atende ao leitor, qualquer que seja seu nível de interesse, conhecimento e sofisticação.


É um livro voltado para diferentes leitores, desde iniciantes no mundo do vinho até enófilos, sommeliers, donos de restaurantes e empresários da gastronomia. Abrangente, divertida, muito bem escrita e interessante, a obra aborda os fundamentais da enologia, como vinhas, variedades de uvas, clima e terroir, além de apresentar dicas, anedotas, definições, ilustrações, mapas, rótulos e mais de 400 fotografias.


A nova edição traz também novos capítulos sobre Reino Unido, Croácia e Israel, além de uma nova seção sobre o vinho na Antiguidade. Os capítulos sobre França, Itália, Austrália, América do Sul e Estados Unidos também foram atualizados e ampliados. Os melhores rótulos divididos por países se encontram na seção Grandes Vinhos. Um glossário de mais de 400 castas e as últimas novidades sobre a ciência da degustação (aromas e sabores) completam a bíblia.


♦ O GUIA ESSENCIAL DO VINHO – WINE FOLLY - Como o próprio título diz, esse livro é um guia essencial para os iniciantes no mundo do vinho. Madeline Puckette e Justin Hammack apresentam os fundamentos básicos sobre a bebida, de forma leve, prática e divertida: os perfis das uvas mais populares, um guia de harmonização, uma seção com mapas detalhados de regiões produtoras, além de dicas para encontrar exatamente o vinho que você procura.


A obra nasce a partir do site Wine Folly, considerado uma das principais referências mundiais sobre o assunto. Os autores espanara a poeira que cobria o assunto e abriram as portas para muitos novatos aqueles que queriam conhecer melhor o mundo do vinho, mas se intimidavam com toda a pompa.


♦ OS SEGREDOS DO VINHO – José Osvaldo Albano do Amarante escreveu este que é um dos mais completos livros sobre vinhos escrito no Brasil. Além de fornecer ao leitor todas as dicas para que ele compre, armazene e consuma seus vinhos de forma correta, harmonizando-os com todos os tipos de comida, a obra – em edição revista, atualizada e ampliada – explica a arte da produção de vinhos e traz informações detalhadas sobre os principais países produtores.


♦ EXPERT EM VINHOS EM 24 HORAS - Jancis Robinson explica de forma didática, divertida e prática como escolher um bom vinho. Sugere maneiras de fazer uma degustação com os amigos, já que a melhor maneira de apreciar uma boa garrafa é na companhia de quem se gosta e bebi vinho. Na obra há 10 dicas para escolher a garrafa certa, quanto deve-se pagar por cada uma e como combinar vinho e comida.


♦ O JULGAMENTO DE PARIS -

O Julgamento de Paris conta a história da célebre degustação às cegas entre vinhos franceses e californianos que, em 1976, acabou com uma surpreendente vitória dos vinhos norte-americanos, sem conhecimento prévio dos rótulos. O resultado desta degustação, acompanhado pelo jornalista George Taber, autor desse livro, abalou o mercado internacional e jogou um novo foco sobre a vitivinicultura dos Estados Unidos alçando-a num nível nunca antes imaginado.


♦ VINHO E GUERRA - Neste livro, Don e Petie Kladstrup trazem uma narrativa da saga de tradicionais famílias de vinicultores franceses que lutaram contra os nazistas que queriam roubar um de seus símbolos mais autênticos - o vinho. Usando das incríveis estratégias como a construção de paredes com teias de aranha e tingidas com chá, para esconder safras preciosas, sabotagem de trens que transportavam vinho para a Alemanha, os produtores de vinho formaram uma espécie de Resistência paralela a fim de proteger a economia da França e preservar um de seus prazeres mais reconhecidos.


♦ A VIÚVA CLICQUOT - O extenso trabalho de pesquisa da autora Tilar J. Mazzeo conta a história da fundadora de uma das casas de champanhe mais famosas do mundo. Nos séculos XVIII e XIX, Barbe-Nicole Clicquot Ponsardin foi uma das primeiras mulheres a liderar um império comercial internacional, sob a marca Veuve Clicquot.


Sem medo de arriscar a própria independência financeira, ela fez do produto que vendia um sinônimo de luxo e tornou-se uma lenda na França. Filha de um rico comerciante, Barbe-Nicole testemunhou, ainda criança, a Revolução Francesa. Criada para ser esposa e mãe, ela não tinha o menor conhecimento do mercado de vinhos, já que o dinheiro da família era proveniente da indústria têxtil. Sua entrada no ramo da vinicultura viria graças ao casamento com François Clicquot, cujo pai, que também fizera fortuna na área de tecelagem, resolvera investir no comércio de bebidas. Viúva aos 27 anos, com uma filha pequena e sem qualquer formação empresarial, Barbe-Nicole assumiu o controle da vinícola do marido.


Em meio ao caos das guerras do período napoleônico, a jovem levou pouco mais de uma década para transformar uma pequena empresa familiar em um grande negócio, superando períodos de crise e firmando-se como uma das mulheres mais ricas e bem-sucedidas de seu tempo. Leia e conheça a história dessa mulher empreendedora que abriu horizontes para as outras mulheres e viúvas do mundo dos negócios e mudou a vinicultura francesa, forçando todos os que a cercavam a reconsiderarem os estereótipos de gênero da época.


♦ VIAGENS, VINHOS, HISTÓRIAS - O foco desta obra é mostrar como programar e visitar regiões vinícolas. O conceito básico deste guia é oferecer ao leitor recomendações e sugestões, para que possa programar melhor suas viagens para as regiões vinícolas em vários países, mesmo sendo um simples apreciador de vinhos.


♦ 1001 VINHOS PARA BEBER ANTES DE MORRER - Com bom humor e um leve toque de ironia, Neil Beckett, crítico de vinhos e editor-chefe da revista britânica “The World of Fine Wine”, propõe um desafio aos leitores do livro 1001 Vinhos para Beber Antes de Morrer: experimentar os mais de mil títulos avaliados e recomendados por ele enquanto ainda se está vivo. Da minha parte, recomendo beber alguns, mas deixar um pouco para garantir uma vida longa e prazerosa provando vinhos!!!


Saúde!!! Aproveite para comentar se gostou ou não!!! Votos de um Feliz Natal para todos os leitores do Vinotícias !!! (Este artigo está baseado em material disponível na internet, e minhas considerações durante a prova dos vinhos e pesquisas).

Commentaires


bottom of page