• Marcio Oliveira - Vinoticias

“A UVA PINOT GRIS E SEUS VINHOS”

Depois de um breve intervalo para o Menu de Semana Santa, retomamos nossos artigos semanais sobre as principais uvas brancas, escrevendo desta vez sobre a Pinot Gris.



Você provavelmente já sabia que Pinot Gris e Pinot Grigio são a mesma uva. O surpreendente é que esta uva roxo-acinzentada também é uma mutação da Pinot Noir. O Pinot Gris é famoso por seu sabor cítrico refrescante e acidez picante.


Uma mutação do pinot noir, o pinot gris originou-se na Borgonha na Idade Média onde era chamado de Fromenteau, e foi cultivado na região vizinha de Champagne até 300 anos atrás. A partir daí, iniciou sua jornada ao redor do mundo. Ela viajou junto com Pinot Noir e chegou à Suíça em 1300 e depois à Itália. Em 1375, o imperador Carlos IV importou a variedade de uva para a Hungria. Os monges cistercienses plantaram as mudas nas encostas de Badacsony. Aqui, Pinot Gris é conhecido como Szürkebarát ou “Monge Cinzento”.


Em 1711, um comerciante alemão, Johann Seger Ruland, descobriu esta variedade de uva nos campos do Palatinado e a chamou de Rulander. Mais tarde, descobriu-se que era a Pinot Gris, onde passou a ser conhecida como grauburgunder. O vinho rapidamente se espalhou para o norte da Itália (como pinot grigio), Áustria e Hungria.


A Pinot Gris permaneceu nas sombras até o século 19. A uva, sendo pouco resistente aos perigos e pragas da viticultura, sofreu muitos danos durante a epidemia de filoxera e nunca se recuperou totalmente com rendimentos erráticos e baixa popularidade se mostrando regressivo para a variedade como um todo em algumas regiões como a Champagne e a Borgonha, na França, onde produziram rendimentos ruins, e a variedade de uvas muitas vezes perdia seu sabor. A uva teve o mesmo destino na Alemanha, mas aqui os vinicultores locais conseguiram melhorar seus clones que produziram safras mais consistentes.


David Lett, de Eyrie Vineyard, levou a Pinot Gris para o Oregon em 1979. Ele plantou vinhas a partir de enxertos com Riesling e produziu o primeiro Pinot Grigio norte -americano.

Em seu país natal, a França, as plantações de pinot gris estão concentradas na região vinícola da Alsácia, onde o vinho pinot gris já foi conhecido como Tokay d'Alsace. Pinot gris é a uva para vinho branco mais popular no Oregon.


Hoje, a variedade é cultivada em todo o mundo, com Austrália, Nova Zelândia, Oregon e Califórnia, Chile, África do Sul, Canadá e Argentina sendo seus principais produtores no exterior, enquanto é principalmente e historicamente produzido apenas na França e na Itália.


Também na Europa, a uva ganhou popularidade devido à qualidade e às características flexíveis da viticultura e agora é cultivada em algumas regiões da Ucrânia, Hungria, Alemanha, Romênia, Eslovênia e Moldávia.


Não existe tecnicamente nenhuma diferença entre Pinot Grigio e Pinot Gris? Eles são os mesmos. Como a uva tem significado cultural na Itália e na França, usamos as palavras 'Pinot Gris' e 'Pinot Grigio' de forma intercambiável ao longo deste artigo.


Ao contrário da maioria das uvas brancas, como a pinot blanc e a riesling, a pinot gris se parece mais com uma uva para vinho tinto. Pinot gris de maturação precoce prospera em climas frios, como Alsácia na França, Baden na Alemanha e Alto Adige e Vêneto no nordeste da Itália. Quando consegue amadurecer completamente, o pinot gris tem acidez naturalmente baixa e fica rico em açúcar.


● A COR DA UVA PINOT GRIS - Com “Gris” significando cinza em francês, esta uva roxo-acinzentada é usada para produzir vinho branco. Apenas para adicionar um pouco de mistério a todo o assunto, esta uva também pode aparecer em uma cor acastanhada, rosa ou até branca. As uvas Pinot Noir não podem ser distinguidas da variedade Pinot Gris até “veraison” que significa o “início do amadurecimento das uvas. É então que a cor Pinot Gris mostra uma variedade de tons que vão do rosa-laranja a um roxo suave e suave. Dando-lhe uma aparência absolutamente linda.


● SABORES - Os principais sabores de frutas em Pinot Grigio são limão, limão, pêra, nectarina branca e maçã. Dependendo de onde as uvas são cultivadas, Pinot Grigio pode assumir leves notas de mel, aromas florais como madressilva e uma mineralidade salina.


Pinot Grigio não tem um sabor surpreendentemente único como o Moscato ou o Riesling, mas oferece um refrescante brilho de acidez e uma sensação de peso no meio da língua – como lamber papel de cera.


A Pinot Gris é uma variedade de uva comumente temida nos exames de degustação às cegas para sommelier. Muitos especialistas em vinhos identificam o Pinot Gris pelas características que ela não possui.


Toda a fruta mais refrescante é abundante no paladar. Você experimentará Pinot Gris a acidez do limão, e da maçã verde a cada gole. O sabor Pinot Gris também terá a doçura de pêra, nectarina e pêssego, e alguns sabores de frutas tropicais. Para aumentar a complexidade, você pode detectar as notas fracas de mel que vêm graças à botrytis (podridão nobre) e tornar o vinho ainda mais untuoso. O vinho geralmente tem uma acidez espumante, uma textura cheia e níveis alcoólicos ligeiramente superiores ao normal. Um gole de Pinot Gris é como um refrescante banho de chuva de verão em um dia quente. É sempre bem-vindo e revigorante, mas pelo que se lê, de difícil identificação, mesmo para um sommelier experiente.


De forma geral, o Pinot Grigio Italiano é totalmente seco com acidez brilhante com uma nota de amêndoa amarga, enquanto o Pinot Gris Francês é “carnudo” e mais untuoso com notas de mel de botrytis. Já o estilo de Pinot Grigio Americano, mostra muitas vezes os sabores de frutas mais exageradas e com menos acidez do que os europeus.


O Pinot Grigio é seco e geralmente tem um sabor menos doce que Chardonnay por causa da alta acidez.


Exceções à regra: há dois exemplos em que Pinot Grigio é doce. Um exemplo é o Pinot Grigio do supermercado barato, projetado para atrair os bebedores de vinho no meio da semana. O segundo (e consideravelmente mais raro) são os ligeiramente doces Pinot Gris da Alsácia.


Os vinhos Pinot Gris da Alsácia devem ser feitos com 100% de uvas Pinot Gris e têm um sabor muito complexo. Você descobrirá notas de especiarias de canela, mel, cravo, limão e gengibre combinados com um sabor muuuito formigante. Procure as palavras 'Vendages Tardives' como uma opção de vinho de sobremesa de colheita tardia (ainda mais doce).


● INFLUÊNCIAS DO CLIMA E DO TERROIR NA UVA PINOT GRIS - O clima frio da região da Alsácia, na França, produz algumas das melhores uvas para vinho Pinot Gris. Os outonos secos na Alsácia facilitam a permanência das uvas na videira, o que as ajuda a desidratar e desenvolver açúcares naturais. Isso ajuda o enólogo a garantir que haja uma boa quantidade de açúcar residual após a fermentação.


As uvas cultivadas em climas mais quentes carecem de acidez e estrutura e têm maior teor alcoólico. Além disso, os solos vulcânicos quentes da Alsácia dão ao vinho estilo Gris sabores defumados ricos.


A Pinot Gris produz vinhos de laranja e como não é muito resistente aos perigos da viticultura, requer cuidado e atenção durante certas fases em que infecções fúngicas e certos insetos têm mais chances de se desenvolver no vinhedo.


O vinho produzido difere de acordo com o processo de fermentação e pode resultar em um vinho mais doce ou se a fermentação for mais seca, um vinho mais alcoólico. Essas uvas também podem resultar em uma variedade de cores do vinho produzido, de acordo com cada cacho, e assim produzir vinhos com tonalidades semelhantes, se não totalmente diferenciadas.

● EXISTE DIFERENÇA ENTRE UM E OUTRO ? Em teoria, pinot grigio e pinot gris são os mesmos, pois ambos são feitos da mesma uva. Na prática, no entanto, esses termos passaram a se referir a dois perfis de sabor diferentes: o pinot grigio de estilo italiano e o pinot gris de estilo francês. Ambos os estilos de terroir e vinificação influenciam o sabor do produto.


Os vinhos pinot grigio italianos são leves e crocantes, com sabores de pêra, maçã verde e frutas de caroço e aromas florais. Este estilo é mais popular entre os bebedores de vinho nos Estados Unidos. As uvas pinot grigio colhidas precocemente têm alta acidez.


Os vinhos pinot gris franceses tendem a ser mais ricos e picantes e são mais propensos a serem guardados e envelhecidos do que os pinot grigios. O Pinot gris da região da Alsácia, em particular, é seco, muito rico e pouco aromático, o que o torna ideal para acompanhar comida.


● OUTROS NOMES DA PINOT GRIS - é conhecida entre seus muitos produtores através de muitos nomes sinônimos como Auxerrois Gris na Alsácia além de Tokay d’Alsace (nome antigo usado na Alsácia), Fromentau em Languedoc, GrauerMonch, Grauburgunder e Grauklevner na Alemanha, Grauer Burgunder e Rulander na Áustria e Romênia, Sivi Pinot na Croácia e Eslovênia e Szurkeberat na Hungria.


● HARMONIZAÇÕES SUGERIDAS - Pinot Gris com sua acidez picante e refrescante combina muito bem com legumes frescos, peixe cru e refeições mais leves. Peixes e mariscos são parceiros clássicos do Pinot Gris.


Experimente ceviche, sushi, mexilhões fritos ou até mesmo tilápia em cubinhos fritos servidos com molho de creme aioli. Pinot Gris dos EUA e da Austrália pode resistir a pratos mais ricos (como creme de leite) por causa de seu corpo e, muitas vezes, do nível de álcool elevado. Tente não ir muito picante com seus temperos, a menos que você tenha uma garrafa de Pinot Gris da Alsácia.


♦ Harmonização de Carnes - Peixes incluindo tilápia, vieiras, robalo, perca, linguado, truta, bacalhau, alabote, pargo, mexilhões, amêijoas, ostras. Carnes brancas, incluindo frango e peru. Carnes curadas/condimentadas feitas de porco e pato.


♦ Especiarias e ervas - Salsa, hortelã, estragão, tomilho, erva-doce, cebolinha e especiarias, incluindo pimenta branca, coentro, erva-doce, açafrão, gengibre, canela, cravo, pimenta da Jamaica.


♦ Harmonização com Queijos - Procure queijos de leite de vaca e ovelha semi-moles a firmes. Gruyère, Munster, Grana Padano


♦ Vegetais e pratos vegetarianos - Legumes frescos e saladas, bem como verduras refogadas e bem condimentadas. Use cebolinha, alho e gengibre como base de sabor. Pepino, abóbora amarela, aipo, cebola, couve, maçã verde, melão verde, feijão branco, couve-flor, brócolis, serão boa companhia para Pinot Gris.


● GUARDA - Os vinhos Pinot Gris são admirados por seus sabores de frutas tropicais acessíveis e devem ser apreciados jovens. Eles podem envelhecer bem de 1 a 4 anos.


No entanto, alguns dos doces Vendanges Tardives e Selection de Grains Nobles da Alsácia têm grande potencial de envelhecimento (10-15 anos).


● SERVINDO O PINOT GRIS - Pinot Gris é melhor servido quando ainda é jovem e vibrante – cerca de dois anos para mostrar o melhor de seus sabores.


Os sabores nítidos e picantes são perfeitos para atividades e eventos de verão, e este vinho será apreciado por qualquer amante de vinho branco. Este vinho pode falar por si, então seja criativo e sirva-o da maneira que você escolher – desde que seja servido frio!


O Pinot Gris deve ser servido sempre bem gelado. A temperatura perfeita para servir Pinot Gris é de 7ºC, ou seja, gelado! Os sabores serão aprimorados e o Pinot Gris será a bebida refrescante que foi projetada para ser.


Tente manter um suprimento deste vinho branco na geladeira, e ele será útil para quase todas as ocasiões. Se você estiver se sentindo chique, pode decantá-lo para em seguida, servi-lo em elegantes taças de vinho branco.


Os vinhos Pinot Gris combinam muito bem com vários pratos suaves e frutados , sendo hoje um rótulo global, que encontrou muita popularidade entre as culinárias em todo mundo. Aproveite para prová-lo !!! Aproveite para comentar se gostou ou não!!! (Este artigo está baseado em material disponível na internet, e minhas considerações e pesquisas).